A importância do contador para a empresa

A importância do contador para a empresa

Essencial desde a abertura do negócio, o contador é o braço-direito do empreendedor no cumprimento das normas brasileiras. Saiba mais sobre a importância do contador para a empresa.

Lançar uma empresa em um País repleto de burocracias como o Brasil depende de um bom e abrangente plano de negócios, gerenciamento inteligente do estoque e do fluxo de caixa, gestão de pessoas e de investimentos. São decisões cruciais que terão reflexo direto no sucesso ou fracasso do negócio. Muitas vezes, com tantas questões para resolver, o empreendedor deixa passar impostos, levantamentos ou registros solicitados pelo governo – um erro comum, mas extremamente perigoso.

A contratação de um contador ou de uma assessoria contábil se faz, portanto, essencial para o microempreendedor manter seu negócio dentro da lei e de acordo com as necessidades burocráticas existentes. “Os empresários em geral enxergam os seus contadores como um fardo, um chato que atrapalha o dia a dia dos negócios. No entanto, deveriam vê-los como importantes aliados para a boa administração de suas empresas e,consequentemente, para o crescimento do negócio”, afirma o diretor da MacPoli Cursos Profissionais, Rodolfo Olivo.

A importância do contador para a empresa

A atuação do profissional da contabilidade deve iniciar nas engrenagens de uma pequena empresa desde a abertura. É função dele ajudar na estruturação da constituição societária, caso exista, onde ela estará localizada, o capital social e o planejamento financeiro e fiscal. “Já no processo de abertura da empresa é preciso cumprir obrigações acessórias, prestações de contas formais obrigatórias junto aos órgãos fiscalizadores do governo federal e da previdência social, cujos detalhes são de conhecimento e competência dos profissionais contábeis”, aponta o contador e sócio da Master Consultores – empresa fundada em 1998 que trabalha com serviços contábeis, folha de pagamento, área fiscal e consultoria -, Nilton de Araújo Faria. Caso não haja o total cumprimento das normas tributárias, trabalhistas, previdenciárias e contábeis no Brasil, o atraso de apenas uma delas pode gerar uma multa de até R$5 mil para o empresário.

Após o cumprimento das normas para a abertura do negócio, o contador continua a ser peça fundamental para o andamento saudável da empresa. Além de fazer os balanços mensais e anuais das contas, os controles financeiros, de planejamento e de fluxo de caixa, ele deve estar sempre atento às mudanças na legislação do País. “Dada esta legislação tão complexa, naturalmente o empresário possui muitas dúvidas sobre direitos e obrigações em todas as esferas. Espera-se do contador ou da assessoria contábil o papel de explicar ao empresário e auxiliá-lo a comunicar a seus colaboradores em caso de dúvidas”, diz Olivo.

contador deve ainda prover ao empreendedor relatórios em formatos simples de entender com dados sobre lucros, perdas e custos para ajudar na gestão do negócio. “O empresário deve ver o contador como um fornecedor de informações importantes para a gestão do negócio. Recomenda-se, inclusive, uma reunião mensal entre o empresário e o contador para discutirem os relatórios e assim permitir ao empresário compreender melhor o seu negócio e tomar melhores decisões”, completa o diretor da MacPoli Cursos Profissionais.

Procurando um contador? Clique aqui e fale conosco.

Fonte: Revista Gestão e Negócios

Deixe uma resposta

Fechar Menu